• Marcos Carvalho

Dicas de gestão de dívidas para pequenas empresas

Atualizado: Mai 31



Lidar com dívidas é uma parte fundamental da administração de uma pequena empresa. Um empréstimo comercial, linha de crédito ou cartão de crédito comercial pode ajudar sua empresa a contratar novos funcionários, adquirir equipamentos e financiar o crescimento. Mas muita dívida pode sufocar o fluxo de caixa e colocar seus negócios em risco. E quanto menos você deve, mais pode investir.

Aqui estão cinco etapas para retirar sua empresa das dívidas:


1. Faça um inventário da sua dívida


Classifique todas as suas dívidas por taxa de juros e pagamento mensal. Isso inclui pagamentos de empréstimos comerciais, linhas de crédito e cartões de crédito comercial, bem como pagamentos pendentes devido a fornecedores.

Esse processo pode ajudá-lo a priorizar quais dívidas devem ser as primeiras a enfrentar. Alguns especialistas recomendam começar com a dívida com a maior taxa de juros.

Os novos proprietários de pequenas empresas devem ter o dinheiro para pagar todas as suas obrigações para os primeiros 12 meses de suas empresas, assim reduzindo seu risco de falência diante de crises.


2. Aumentar as vendas


Depois de ter um plano de gerenciamento de dívidas, você pode pensar em maneiras de aumentar suas vendas. Aqui estão algumas idéias:

  • Recompense clientes fiéis. Um programa de fidelidade pode aumentar a satisfação e retenção de clientes: cerca de 68% dos pessoas disseram valorizar a qualidade do serviço e do produto como maior diferencial ao comprarem novamente na mesma empresa, de acordo com o estudo de 2019 da CXTrends, uma das maiores empresa de pesquisa de satisfação de clientes do Brasil.

  • Seja ativo nas mídias sociais. O envolvimento com os clientes nas mídias sociais é de grande importância. Responda rapidamente aos comentários, peça informações e preste atenção às avaliações online da sua empresa: 84% das pessoas confiam nas avaliações online tanto quanto nas recomendações pessoais, de acordo com uma pesquisa de 2016 da empresa de marketing BrightLocal.

  • Considere aumentar os preços. Com a estratégia certa - como oferecer um desconto por volume em grandes pedidos - você pode fazer isso sem perder clientes. Os descontos por volume podem ajudar sua empresa a permanecer competitiva.

3. Reduzir custos


Idealmente, aumentar as vendas gera receita suficiente para enfrentar sua dívida. Mas se suas despesas estiverem muito altas, aqui estão três maneiras de reduzi-las:


  • Venda equipamentos, material de escritório e outros itens que você não usa com frequência. Compre equipamentos usados ​​ou alugue, se necessário.

  • Reduza o tamanho escritório para um menor com custos mais baixos de aluguel e serviços. Considere um espaço de trabalho conjunto que não exija uma concessão de longo prazo ou se possível, mude para home office.

  • Divida os custos com outras empresas. Procure outras pessoas que estão trabalhando em negócios semelhantes e considere compartilhar recursos. Compartilhe funcionários, serviços de internet, e o que mais for possível.

4. Refinanciar dívidas de alto custo


Se você não puder pagar dívidas integralmente no curto prazo, considere renegociar a dívida, especialmente se você tiver um bom acesso a crédito.

Com o refinanciamento, você pode fazer um empréstimo com juros mais baixos para reembolsar o empréstimo original. Você também pode negociar para combinar vários empréstimos em um novo empréstimo com mais parcelas.Se optar por alterar o empréstimo de curto para longo prazo e depois pagá-lo rapidamente, isso seria o ideal.

A dívida do cartão de crédito comercial também pode ser refinanciada por meio de transferência de saldos (famoso giro de cartões de crédito) para um novo cartão com de juros pequeno, atualmente a taxa de 2,99% é facilmente encontrada.

Todas essas opções permitem conseguir tempo e taxas de juros mais baixas para diminuir as parcelas de seus desembolsos de curto prazo.


5. Encurte as condições de pagamento com os clientes


Talvez sua empresa tenha clientes com valores parcelados para longos prazos. Ou talvez eles sempre demorem para pagar. No dois casos, talvez seja hora de revisar as condições de pagamento.

Por exemplo, conceda aos novos clientes condições de pagamento de 30 dias em vez de 90 dias. Oferecer descontos para pagamentos antecipados ou cobrar uma multa por atraso no pagamento também pode ser uma estratégia eficaz para cobrança de faturas não pagas.

Com essas medidas sua empresa poderá garantir um pouco mais de caixa para respirar melhor e superar as dificuldades do cenário econômico atual.

18 visualizações
logoLeverpro.png
CADASTRE-SE E FIQUE ATUALIZADO!
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco